Feijoada



Feijoada, o mais popular dos pratos da cozinha brasileira. Varia de uma região para outra, mas a feijoada carioca (ver Rio de Janeiro) é a mais popular. É feita com feijão preto e servida com couve picada, laranja e farinha de mandioca, crua ou como farofa. Trata-se de um prato nutritivo e, segundo o historiador e folclorista (ver Folclore) Luis da Camara Cascudo, “não constitui um acepipe, mas um cardápio inteiro”. O feijão é cozido com várias carnes salgadas: costela, lombo, rabo, pé e orelha de porco, carne-seca, vários tipos de lingüiça, paio e toucinho defumado. A feijoada é conhecida desde os tempos da colônia  mas a receita, tal como a conhecemos hoje, é do século XX. No Cozinheiro Nacional, editado em 1887, a feijoada já incluía carnes, mas não há referências aos temperos atuais, nem se citam os legumes e verduras que, no Nordeste, são acrescentados a este prato. Costuma-se afirmar que a feijoada nasceu nas senzalas, a partir dos excessos de carne desprezados pela casa grande. Também se diz que a receita é um desdobramento do cozido português, preparado com carne de vaca, paio, salsicha, presunto, toucinho e lombo de porco, além dos legumes. O filólogo  e gourmet Antônio Houaiss afirma, porém, que nossa iguaria mais típica não é uma criação brasileira, mas, sim, das ilhas de Cabo Verde. Embora sua origem seja obscura, o Brasil adotou a feijoada como prato nacional. A caipirinha é o aperitivo tradicional para acompanhar uma feijoada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como funciona o pensamento conceitual

Inteligência e pensamento

Significado dos Dias da Semana