LENDAS URBANAS - FINAL


Homem do Saco

A lenda: Versão moderna do bicho- papão. Trata-se de um transeunte que leva um suspeito saco nas costas, destinado a esconder as crianças roubadas por ele. O que ele fazia com tanta criança? Vendia, diziam uns. Ou simplesmente continuava a andar carregando um peso extra.

Mistério insolúvel: Por que as crianças simplesmente não esperneavam e gritavam por socorro?



Loira do Banheiro

A lenda: Uma garota loira matava aula no banheiro da escola quando escorregou, bateu a cabeça e morreu. Inconformado, seu espírito continua a freqüentar banheiros de colégios. Ela pode ser invocada pela repetição do seu nome e aparece para os alunos com bolotas de algodão enfiadas no nariz, a fim de estancar o sangue. Brrrrrr!

Mistério insolúvel: Se era apenas um espírito, como aparecia em banheiros de todos os colégios do Brasil?



Músicas do demo

A lenda: Se rodadas ao contrário na vitrola, músicas de Xuxa e Menudo trazem mensagens ocultas. O refrão de "Doce Mel", que abria o programa da loira, traz a repetição da palavra "sangue". Já o hit oitentista "Não se Reprima", maior sucesso do grupo porto-riquenho, revela a terrível mensagem "Satanás vive".
Mistério insolúvel: Não bastava ouvir esses discos de cabo a rabo, como a gente ainda tinha paciência para ouvi-los ao contrário?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como funciona o pensamento conceitual

Significado dos Dias da Semana

Chave de Ativação do Nero 8