Filósofo do Mês: Jean Paul Sartre


Sartre, Jean-Paul
Sartre, Jean-Paul (1905-1980), filósofo e escritor francês. Fundou com Simone de Beauvoir, entre outros, a revista Les temps modernes. Foi considerado um socialista independente ativo a partir de 1947. Em 1964, recusou o Prêmio Nobel de Literatura. Suas obras filosóficas combinam a fenomenologia de Edmund Husserl, a metafísica de Georg Wilhelm Friedrich Hegel e de Martin Heidegger e a teoria social de Karl Marx, numa visão unificada que foi denominada existencialismo.

Sua primeira obra filosófica, O ser e o nada (1943), defendia a idéia de que a existência humana se caracteriza pelo nada, isto é, pela capacidade de negar e rebelar-se. Sua teoria da psicanálise existencial afirmava a iniludível responsabilidade de todos os indivíduos de assumir suas próprias decisões e fazia do reconhecimento de uma absoluta liberdade de escolha a condição necessária de uma existência humana autêntica. Em Crítica da razão dialética (1960), transferiu a ênfase que colocava na liberdade existencial e na subjetividade para o determinismo social marxista. Outras obras suas de importância foram A náusea (1938), a série narrativa inacabada Os caminhos da liberdade (1945-1949) e sua autobiografia, As palavras (1964).


Microsoft ® Encarta ® Encyclopedia 2002. © 1993-2001 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como funciona o pensamento conceitual

Significado dos Dias da Semana

Chave de Ativação do Nero 8