Walter Hugo Khouri

Khouri, Walter Hugo (1929- ), cineasta brasileiro nascido em São Paulo. Autor de estilo homogêneo e obra pessoal, vem desde os anos 1950 dissecando as relações amorosas na burguesia, entre a psicologia, o erotismo e o sobrenatural. Manteve-se à margem do cinema novo (ver Cinema brasileiro) com temática existencial e apolítica, influenciado por Josef Von Sternberg, Ingmar Bergman e Michelangelo Antonioni. “Sempre me senti um outsider”, disse.

O personagem auto-referencial Marcelo, erotômano e angustiado, atravessou vários filmes, contracenando com muitas das mais belas atrizes brasileiras. Seus filmes mais importantes são o policial psicológico Estranho encontro (1958); os dramas Noite vazia (1964), sobre a vacuidade do amor comprado, O corpo ardente (1966), O palácio dos anjos (1970) e O desejo (1975); o thriller de mistério O anjo da noite (1974); o autobiográfico Paixão e sombras (1977); e Eros, o deus do amor (1981), no qual Marcelo é um homem sem rosto ou então a própria câmera.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como funciona o pensamento conceitual

Significado dos Dias da Semana

Chave de Ativação do Nero 8